Tópico 2 – Medidas educativas para alunos com NEE

 

A CIF é uma ferramenta pertinente para a descrição e a comparação da saúde das populações a nível internacional. A CIF apresenta uma postura neutra face à etiologia, de forma que os investigadores, desenvolvem inferências causais através de métodos científicos adequados. para facilitar o estudo dos fatores de risco, esta classificação, apresenta fatores ambientais que caracterizam o contexto em que o indivíduo vive.

A CIF descreve situações de funcionalidade do indivíduo e as suas limitações e serve como enquadramento à organização da informação.
Esta classificação estrutura a informação de forma útil, integrada e acessível.
Os seus componentes são:

- funcionalidade ou incapacidade (corpo e atividade e participação);

-fatores contextuais (fatores pessoais e ambientais).

A CIF, após o Decreto-Lei n 3/2008, começou a utilizar-se no sistema educativo português tornando-se uma ferramenta essencial para a elaboração dos Programas Educativos Individuais dos alunos com NEEcp.

O trabalho de grupo procurou esquematizar esta ferramenta. Foi elaborada uma apresentação em slides com recurso ao Programa Mindmeister.

O mapa elaborado pode ser visualizado em: http://www.mindmeister.com/217479853#slideshow

SENnet

Este blogue irá funcionar como um e-portefólio do Curso INCLUSÃO E ACESSO ÀS TECNOLOGIAS.

Objetivos:

 

  • Identificar os principais desafios e estratégias para a inclusão de alunos com NEE nas escolas regulares;
  • Identificar as medidas educativas a aplicar aos alunos com NEE;
  • Descrever os princípios da Desenho Universal na Aprendizagem (Universal Design for Learning – UDL);
  • Interpretar a teoria das Inteligências múltiplas e os diferentes modos de como os alunos aprendem;
  • Conhecer e configurar as acessibilidades num computador;
  • Comparar tecnologias de apoio para diferentes casos de incapacidade.

 

Tópico 1- Inclusão dos alunos com NEE nas escolas regulares

Publicação selecionada:

DGIDC.(2008). Orientações Curriculares para Alunos Cegos e com Baixa Visão.

http://dge.mec.pt/educacaoespecial/index.php?s=directorio&pid=6

Ferramenta selecionada:

Logotipo do software mindomo

Mindomo

Eu escolhi esta publicação porque o CRTIC de Viana do Castelo está sedeado numa escola de referência para alunos cegos e com baixa visão.

Considero que este documento está muito bem estruturado. Mesmo que não se tenha especialização nesta área, como é o meu caso, através desta publicação pode-se adquirir conhecimentos que são fundamentais para que os docentes se  tornem elementos facilitadores da inclusão destes alunos.

Com a ferramenta MINDOMO, à medida que lia o documento, fui organizando a informação.

Lamentavelmente, por estar a utilizar a versão livre, não pude incluir vídeo, nem imagem, recursos que podiam enriquecer uma apresentação sobre este tema.

O mapa criado pode ser visto aqui.